Jean Paul diz que marco das ferrovias é vital ao desenvolvimento do país

Audiência pública realizada nesta quinta-feira, 25, pela Comissão de Infraestrutura do Senado deu início ao debate sobre o Projeto de Lei 261/18. Representantes do governo federal e do setor ferroviário defenderam a aprovação do projeto que revitaliza a malha ferroviária brasileira. “Este novo marco regulatório é vital para o desenvolvimento econômico do país, por onde podemos ampliar o comércio internacional e escoar nossos produtos aos portos”, avalia o senador Jean Paul Prates (PT-RN), relator do projeto.

Jean Paul diz que Forças Armadas precisam defender a soberania nacional

Da tribuna, senador Jean Paul Prates lembra conceitos como nacionalidade e soberania, que são importantes para a esquerda, ao pedir empenho das Forças Armadas. Ele criticou o governo por querer vender empresas estratégicas para a produção e geração de energia. "Queremos ver as Forças Armadas do nosso lado pelos bens nacionais. Não estamos em lados opostos”, disse. “Não somos comunistas. Defendemos o Estado brasileiro, a nacionalidade e a soberania nacional”.

Moro nega que tenha participado do acordo bilionário da Lava Jato

Indagado por Jean Paul Prates (PT-RN), ministro da Justiça não fala da legalidade do fundo de R$ 2,5 bilhões criado pela força tarefa com dinheiro da Petrobras e que seria administrado por fundação. “O Ministério da Justiça não participou da realização desse acordo”, disse. Ele negou ainda que tenha conhecimento de outros acordos análogos àquele firmado entre a Lava Jato e a Petrobras. O ministro participou de audiência pública na Comissão de Constituição e Justiça do Senado Federal.

Jean Paul cobra de Guedes melhor posicionamento nos leilões de petróleo

Jean Paul destacou que, nos últimos 10 anos, a participação brasileira cresceu no mercado, principalmente após a descoberta do pré-sal. “Estamos sendo vistos lá fora como o novo Oriente Médio, no mercado de direitos exploratórios”, destacou o parlamentar. “Nosso cacife subiu muito nas últimas décadas”, disse. “Por que nós temos que abrir mão de tributações, quando estamos em alta no mercado?“, indagou. “O Brasil precisa utilizar melhor esse cacife nas rodadas de negociações dos blocos”.

Jean Paul volta a criticar reforma da Previdência

O senador Jean Paul Prates (PT-RN) disse que o Brasil precisa debater outras pautas, além da Reforma da Previdência, e criticou o governo por tentar atropelar o Congresso ao impor um projeto que ainda não está claro para a maioria da população. Ele esteve, nesta segunda-feira,25, no debate sobre a PEC 06/2019, na Comissão de Direitos Humanos do Senado. “As coisas não são feitas no rolo compressor. Não adiantar ir para as mídias sociais ou falar alto. Essas coisas aqui têm poder limitado. Elas vão até a página 7”, afirmou. Jean Paul disse que o Palácio do Planalto precisa melhorar sua relação com o Parlamento. Para ele, o governo tem se comunicado mal com o Congresso.

Jean Paul quer discutir política de desinvestimento da Petrobrás

Parlamentar convida ministro das Minas e Energia a explicar as privatizações de refinarias e fábricas de fertilizante em audiência pública na Comissão de Infraestrutura do Senado. O modelo de privatização do governo federal prevê a criação de duas subsidiárias, uma reunindo ativos da Região Nordeste e a outra reunindo ativos da Região Sul. Tão logo sejam criadas, a Petrobrás pretende vender 60% da participação acionária em cada uma dessas novas subsidiárias.