Jean Paul: “Governo parece querer desmantelar o Estado brasileiro”

O senador Jean Paul Prates (PT-RN) está preocupado com o agravamento da crise política e econômica e temeroso com os destinos do Brasil, caso a agenda econômica e política do governo continue a ser perseguida pelo Palácio do Planalto. Segundo o parlamentar, o governo Bolsonaro tem uma agenda de destruição de políticas públicas que ameaça a soberania nacional. Ele aponta que o resultado disso será ruinoso para o país, caso o governo mantenha o eixo central de sua política econômica e social. “Infelizmente, o atual governo parece procurar o desmantelamento do Estado brasileiro, em vez de procurar aprimorar sua eficiência e governança”, avalia.

Jean Paul diz que país está refém dos bancos e precisa discutir investimentos

Senador afirma que país precisa discutir outras pautas, além da reforma da Previdência e defende ampliação dos investimentos nas cidades O senador Jean Paul Prates (PT-RN) afirmou, nesta quinta-feira, em discurso no plenário, que o Brasil acabou virando refém de bancos. Ele destacou que estados estão quebrados, basicamente, por má gestão, mas também por isenções …

Continue lendo Jean Paul diz que país está refém dos bancos e precisa discutir investimentos

Contraditando a ‘Nova Previdência’

Em artigo publicado nesta sexta-feira, no site do jornal O Globo, o senador Jean Paul Prates argumenta que a "nova previdência" vai dificultar o acesso dos trabalhadores à proteção social. "A reforma não apenas dificultará o acesso à proteção social, mas também afetará a economia dos municípios, sobretudo os menores. Hoje, a economia das pequenas cidades sobrevive basicamente dos benefícios pagos pelo INSS. É esse dinheiro que incentiva o consumo e faz girar o comércio local", aponta.

Seminário em Natal com ex-ministro Carlos Gabas irá debater a Previdência Social

Iniciativa dos parlamentares do PT busca denunciar os efeitos nocivos do projeto apresentado pelo governo ao Congresso Ex-ministro da Previdência no governo Dilma Rousseff (PT), Carlos Gabas estará em Natal na próxima segunda-feira (1º) para participar do “Seminário Formativo Previdência Social no Brasil”. O evento, com vagas limitadas, acontece das 9h às 13h, no auditório …

Continue lendo Seminário em Natal com ex-ministro Carlos Gabas irá debater a Previdência Social

Jean Paul volta a criticar reforma da Previdência

O senador Jean Paul Prates (PT-RN) disse que o Brasil precisa debater outras pautas, além da Reforma da Previdência, e criticou o governo por tentar atropelar o Congresso ao impor um projeto que ainda não está claro para a maioria da população. Ele esteve, nesta segunda-feira,25, no debate sobre a PEC 06/2019, na Comissão de Direitos Humanos do Senado. “As coisas não são feitas no rolo compressor. Não adiantar ir para as mídias sociais ou falar alto. Essas coisas aqui têm poder limitado. Elas vão até a página 7”, afirmou. Jean Paul disse que o Palácio do Planalto precisa melhorar sua relação com o Parlamento. Para ele, o governo tem se comunicado mal com o Congresso.

Prefeitos precisam se mobilizar contra a reforma da previdência, diz Jean Paul

O senador Jean Paul Prates (PT-RN) afirma que a sociedade brasileira precisa estar atenta aos riscos embutidos no projeto e conclamou os prefeitos a ficarem atentos aos problemas que a proposta de emenda constitucional pode trazer, caso seja aprovada. “As cidades estão ameaçadas de perderem o dinheiro que circula com a aposentaria rural”, advertiu.

O caos previdenciário do Rio Grande do Norte

Em artigo publicado originalmente no jornal Tribuna do Norte, senador Jean Paul Prates (PT-RN) alerta para a grave situação da previdência no Rio Grande do Norte. "Ao assumir o governo em janeiro, a governadora Fátima Bezerra encontrou uma folha previdenciária no valor de R$ 250 milhões, com um déficit mensal de R$ 130 milhões para administrar. Todos os meses, o governo tem que retirar de seus cofres este valor para honrar o pagamento de aposentados e pensionistas. Com tudo isso, o déficit previdenciário em 2018 foi de R$ 1,2 bilhão", escreve.

Jean Paul condena MP 871, que trata de fraudes previdenciárias

O senador Jean Paul Prates (PT-RN) avalia que a Medida Provisória 871/2019, que trata das fraudes no INSS e foi editada pelo governo Jair Bolsonaro, é nociva à sociedade. “A proposta humilha os trabalhadores do campo e decepa os sindicatos rurais”, criticou. O parlamentar diz que a MP inviabiliza o acesso de milhões de trabalhadores rurais aos seus direitos previdenciários. A medida já tem força de lei e está vigorando, mas ainda precisa ser aprovada pelo Congresso Nacional. O senador anunciou que a bancada do PT apresentou 11 emendas para tentar corrigir as distorções da MP 871. “Vamos buscar minimizar os efeitos nefastos”, declarou.