Projeto de lei presta homenagem à líder sindicalista Ruth Brilhante

Senador Jean Paul Prates é designado relator do projeto de lei que dá nome à líder da categoria dos agentes comunitários de saúde, falecida em 2017

O senador Jean Paul Prates (PT-RN) foi designado relator do projeto de lei que denomina a Lei 11.350, de 2006, de Lei Ruth Brilhante. A proposta é de autoria da ex-senadora Fátima Bezerra, hoje governadora do Rio Grande do Norte. A lei define as atribuições profissionais dos agentes comunitários de saúde e dos agentes de combate às endemias.

A ideia de Fátima é prestar uma homenagem à ex-presidente da Confederação Nacional dos Agentes Comunitários de Saúde. Ela faleceu em 2017.  O projeto está em análise na Comissão de Educação do Senado. Ruth Brilhante é considerada um dos grandes símbolos da luta dos agentes comunitários.

“Sua postura combativa, mas sempre aberta ao diálogo com as mais diversas correntes políticas, juntamente com sua personalidade carismática, simples e emotiva transformaram-na não apenas em uma representante profundamente respeitada da categoria, mas em um símbolo mesmo de sua luta”, lembra Jean Paul.

Ruth Brilhante era casada e mãe de três filhos. Tornou-se agente comunitária de saúde em 1994. Quando faleceu, era Vice-Presidente da Confederação Nacional dos Agentes Comunitários de Saúde (CONACS) e Presidente da Federação Goiana dos Agentes Comunitários de Saúde (FEGACS). Ela conduziu a categoria por 22 anos, deixando um legado e inspiração.